22 março, 2017

(0) Comentários

ENTIDADES DE SANANDUVA REALIZARAM CAMPANHA PRÓ SÃO FRANCISCO DE PAULA

Informativo Regional

O Corpo de Bombeiros Voluntários de Sananduva, juntamente com Defesa Civil Municipal, empresa Pavias, UERGS Sananduva, Rádio Apuaê FM, Rádio Sananduva AM/FM, Grupo de Mulheres Autênticas, agradecem à comunidade sananduvense pelas doações aos atingidos pela tempestade em São Francisco de Paula conforme relação: – Alimentos, material higiene/limpeza/elétrico +_ 2.000 kg,  Pedra brita 2 cargas caçamba, Cimento 105 sacas, Cal 6 sacas, Tijolos 2.000, Portas 12, Janelas 2, Cadeiras 4, Pia 2, Cama 1, Telha amianto 4 mm 10, Tanque de cimento/ lavar roupa 1, Televisores 2, Algumas roupas e calçados visto que o objetivo de arrecadação não era esse material. Destaca-se também o empresário Carboni da cidade de Casca RS, proprietário de caminhões o qual efetuou o transporte de forma gratuita de parte do material com uma carreta de sua propriedade e a empresa Pavias que também transportou e auxiliou na arrecadação.

29 janeiro, 2014

(0) Comentários

FEVEREIRO MAIS QUENTE: 42º A SOMBRA

Informativo Regional

Quem achava que o calor não poderia ficar pior deve se preparar para os próximos 15 dias. A previsão meteorológica indica que o “mormaço” que assolou o Rio Grande do Sul na semana passada, dando uma trégua no sábado e no domingo, pode ser superado, com temperaturas ainda mais extremas. De acordo com a MetSul Meteorologia, a massa de ar quente ingressou ainda no domingo, o que já elevou os termômetros acima dos 37 graus em cidades como Campo Bom e Santa Cruz, além de Porto Alegre. Já houve elevação, com temperatura de 37,2 graus em Porto Alegre e 39,1 em Campo Bom – a máxima do dia no Estado, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).  O pior deve ser esperado para o começo de fevereiro, quando a massa de ar quente se intensificará muito sobre o Sul do Brasil.  Haverá ao que tudo indica máximas no Rio Grande do Sul de 41 a 42 graus à sombra em estações meteorológicas. Com o calor, são esperados mais transtornos por falta de luz e água, assim como novos recordes de demanda e consumo.

Fonte: Jornal do Comércio

1 março, 2013

(0) Comentários

AGRICULTORES FAZEM MOVIMENTO E BLOQUEIAM A ERS 343

Informativo Regional

Agricultores e entidades organizadas de Sananduva e municípios da região realizaram  um movimento pacifico em prol dos agricultores atingidos pela demarcação de áreas de terras promovida pela FUNAI.  O movimento foi realizado na ERS 343 na localidade de Lageado Bonito. Os agricultores  tem como objetivo a paralisação imediata das demarcações de terras e devolução das área invadidas, discutir  os  critérios de identificação de área indígenas que dão origem ao laudo antropológico, encerramento imediato do processo administrativo da FUNAI e reconhecimento da legitimidade dos títulos de propriedade dos agricultores, posicionamento do governo estadual e união sobre a relocação imediata dos índios para suas aldeias de origem e outras reivindicações  importantes para preservar a terra dos agricultores que as adquiram legalmente , nelas vivem, produzem e colaboram com o progresso e renda dos municípios. Fica a grande questão para reflexão: PORQUE SERÁ QUE OS INDIOS E A FUNAI QUEREM EXATEMENTE AS TERRAS PRODUTIVAS, TERRAS PRONTAS? O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Sananduva, Sidmar Lavandoski e os agricultores  agradecem o apoio e compreensão das pessoas que estiveram presentes no movimento.

FOTOS NA GALERIA FOTOS COBERTURAS

21 janeiro, 2013

(0) Comentários

REPASSE DA COMPENSAÇÃO FINANCEIRA ULTRAPASSA A MARCA DOS R$16 MILHÕES EM 2012

Informativo Regional

Durante o ano de 2012 a Usina Hidrelétrica Machadinho repassou mais de R$ 16 milhões equivalentes a compensação financeira. O valor foi repassado ao governo federal, aos governos do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina e também aos municípios lindeiros à Usina.  Em Santa Catarina os municípios contemplados receberam um total de R$3,1 milhões. E o repasse para as cidades lindeiras ao reservatório foi dividido entre Anita Garibaldi que recebeu aproximadamente R$193,4 mil; Campos Novos, R$201,9 mil; Capinzal, R$475,3 mil; Celso Ramos, R$548,1 mil; Piratuba, R$835,3 mil e Zortéa, R$752,9mil.  Já no Rio Grande do Sul o total repassado compreende o valor de R$3,4 milhões. Sendo que o montante destinado às cidades lindeiras foi dividido entre Barracão, que recebeu aproximadamente R$757 mil; Machadinho, R$1,8 milhões; Maximiliano de Almeida, R$ 569,1 mil e Pinhal da Serra, R$204,3 mil.  O montante repassado através da Compensação Financeira beneficia também o governo Federal e Estadual. Durante todo ano de 2012 a esfera federal recebeu R$ 3,3 milhões. Já o Governo de Santa Catarina recebeu R$ 3,1 milhões e o Governo do Rio Grande do Sul recebeu R$ 3,4 milhões. Desde que entrou em operação, no ano de 2002, a Usina Hidrelétrica Machadinho já repassou mais de R$ 194 milhões de reais. A compensação financeira é relativa à indenização dos estados, do governo federal e dos municípios, pelo resultado da utilização de recursos hídricos para fins de geração de energia elétrica. As cidades lindeiras são as maiores beneficiárias da compensação financeira, pois recebem mensalmente da Usina Hidrelétrica Machadinho um valor que contribui para o seu desenvolvimento. Para obter mais informações sobre a Usina Hidrelétrica Machadinho acesse: www.machadinho.com.br.

23 setembro, 2011

(0) Comentários

DEPUTADO SOSSELLA COMEMORA REINÍCIO DE OBRAS EM RODOVIAS DA REGIÃO DE SANANDUVA

Informativo Regional

O deputado Gilmar Sossella recebeu a confirmação de que novas obras de asfaltamento e melhorias nas rodovias gaúchas estão em andamento. Um dos trechos é na RS 126, entre Sananduva e a BR 285. As obras também começaram com o recapeamento do asfalto no trevo de Tapejara que liga a saída para Ibiaçá na RS 467. Além dessas, outra rodovia que está sendo recapeada é a RS 343 que liga os municípios de Sananduva, Cacique Doble, São José do Ouro e Barracão. O deputado Sossella destaca que segue atento em buscar a melhoria da situação das estradas gaúchas, sempre trabalhando em nome do desenvolvimento das regiões. “As rodovias são fatores de desenvolvimento social e econômico imprescindíveis para os municípios gaúchos”, justificou.

Página 1 de 11