3 agosto, 2010

(0) Comentários

POLICIA CIVIL DE SANANDUVA ESCLARECE ROUBOS E PRENDE LADRÕES

Informativo Regional

Após intenso trabalho da equipe de investigação da Policia Civil de Sananduva sob o comando do Delegado Hugo Rigo Junior ,  vários roubos que vinham ocorrendo em Sananduva  foram elucidados e os autores presos  e conduzidos ao presídio de Lagoa Vermelha.  O roubo a uma residência na Rua Ângela Raymundi no dia 19.07.2010, os dois elementos são foragidos do presídio de L Vermelha e encontravan-se no regime semi-aberto, sendo que um ladrão identificado  já foi recapturado em Passo Fundo e o outro permanece foragido.  Os outros roubos foram em um bar na Rua Dona Honorata na Vila Nova em Sananduva no dia 01.07.2010, em uma padaria no centro de Sananduva no dia 20.07.2010, em um posto de combustíveis na Rua 14 de Julho em Sananduva no dia  24.07.2010, em uma obra no Loteamento Cezario em Sananduva no dia 29.07.2010, e mais em roubo em obra, na Rua Madre Justina Inês em Sananduva no dia 29.07.2010. Os últimos delitos descritos conforme investigação e confissão do acusado foram cometidos pelo mesmo individuo preso após brilhante serviço de investigação da Policia Civil de Sananduva no ultimo dia 02.07.2010(ontem) na Estação Rodoviária de Sananduva quando retornava  de ônibus proveniente de Cachoeirinha-RS. Após a prisão o delinqüente foi encaminhado ao presídio de Lagoa Vermelha. Destaque para o competente trabalho da Policia Civil de Sananduva que apesar do reduzido numero de policiais e equipamentos disponíveis vem conseguindo desempenhar um bom trabalho junto à comunidade sananduvense.

12 julho, 2010

(1) Comentário

POLÍCIA DETECTA EXCESSO DE PESO EM BI-TREM

Informativo Regional

Uma guarnição do Grupamento Rodoviário da BM, sediado em Coxilha (RS), durante operação de contenção da criminalidade e de diminuição de acidentes na ERS 135, km 18, durante a noite  do dia 10 de junho de 2010, abordou um veículo bi-trem  Scania/G 420, com placas de Santo Ângelo(RS) com o peso bruto total de 67.583 kg. O peso permitido para o veículo é de 57.000 kg, portanto estava com 10.583 kg de excesso de peso. A carga, de arroz, foi embarcada em Santo Ângelo (RS) e era destinada para São Paulo (SP). Também foi constatado que  a carga, juntamente com o peso do veículo (tara) excedia a capacidade máxima de tração do veículo (CMT), pois a CMT prevista legalmente  e pela montadora é de 66 toneladas. O veículo foi autuado (a multa prevista é de R$ 3.372,96) e retido até ser sanada a irregularidade; serão imputados 11 pontos na CNH do proprietário do veículo.  A legislação também prevê penalidades para a empresa embarcadora.  Segundo especialistas, o excesso de peso severo reduz em 88% a vida útil do pavimento, colabora para o aumento de acidentes de trânsito, além de trazer outros prejuízos para a população. Transitar com o veículo, respeitando os limites de peso é um ato de respeito ao patrimônio público (pavimento de rodovias, ruas e avenidas) e à vida das pessoas.

Página 1 de 11