junho 12, 2018

(0) Comentários

TEMPORAL CAUSOU INÚMEROS ESTRAGOS E MORTE NA REGIÃO

Informativo Regional

Em Sananduva de acordo O coordenador da Defesa Civil no município, Carlos José Picolotto, até o momento nenhum registro de dano provocado pelo temporal, mas o alerta de temporal na região permanece. O vendaval atingiu municípios do Interior do Rio Grande do Sul entre a noite de segunda-feira (11) e a madrugada desta terça-feira (12). O temporal que atinge o Rio Grande do Sul desde ontem deixa ao menos 112 mil clientes sem energia elétrica nesta terça-feira. As regiões mais afetadas são a das Missões, Noroeste, Norte e Planalto. Há relatos de casas destelhadas e postes caídos em cidades do Vale do Caí, da Serra, da Região Central e do Norte gaúcho — onde o temporal causou uma morte no pequeno município de Ciríaco. A morte do morador ocorreu na área rural de Ciríaco. De acordo com familiares, o vento forte derrubou a casa de madeira em que José de Arquiles morava. Ele foi levado por parentes até o Hospital São José, em David Canabarro, onde não resistiu aos ferimentos. De acordo com o laudo médico do hospital, a vítima sofreu politraumatismo no corpo e fratura no crânio. A idade dele não foi revelada.  Conforme o vice-prefeito de Ciríaco, Odacir Melo, o município está sem luz e teve postes e árvores derrubados.  “Nós mobilizamos nossas equipes agora no amanhecer para ter noção do ocorrido. A situação é horrível” — resumiu. De acordo com o coordenador da Defesa Civil estadual no Norte do Estado, major Ricardo Mattei Santos, há também uma pessoa ferida no município de Água Santa — um dos mais atingidos da região. Também há relatos sobre estragos pontuais em Coxilha, Mato Castelhano, Gentil, Vila Lângaro e Victor Graeff. Também há relatos de estragos em Sarandi, onde houve temporal com granizo na noite de segunda. Segundo a Defesa Civil, o fenômeno começou por volta das 20h e danificou o telhado de diversas casas. As vilas Santa Catarina, Santa Gema, Vicentina e Esperança estão entre as regiões mais afetadas pela chuva de pedra. Até o momento, o órgão não contabilizou o número de imóveis afetados.

Na ERS 463 em Coxilha o vento tombou três caminhões, os caminhões seguiam no sentido Tapejara-Coxilha e se dirigiam ao município de Camargo para o carregamento de frangos quando próximo a Granja Baseggio foram surpreendidos pelo vendaval, um deles foi arremessado para dentro de uma lavoura. Bombeiros Voluntários de Tapejara atenderam durante a madrugada desta terça-feira (12) diversas ocorrências relacionadas ao temporal que atingiu Vila Lângaro e Água Santa, Segundo as informações, o forte vento atingiu uma faixa de vários metros de extensão causando destruição e muitos estragos por onde passou. Em Água Santa ocorreu o desabamento de casas, aviários, galpões e instalações rurais. O temporal atingiu as comunidades de Faxinal, São Caetano, Rincão do Campo, Santa Rita, Engenho Grande, Campo Redondo, Bom Retiro, Colônia Nova, Rio do Peixe e interior de Coxilha e Ciríaco.

Segundo os bombeiros, fios da rede elétrica e árvores caíram sobre as estradas e em alguns pontos impedem o trânsito de veículos. Segundo o prefeito Jacir Miorando, do município de Água Santa, o salão comunitário de São Caetano foi destruído. Máquinas percorrem o interior para desobstruir as estradas. Na propriedade do senhor Arlindo Valentin Lorenzon, na comunidade do Faxinal em Água Santa, o vento derrubou duas casas, galpões e árvores. Arlindo foi atingido pelos escombros e ficou ferido. Ele foi encaminhado ao Hospital Santo Antônio com escoriações. Com informações e fotos da Rádio Tapejara, Radio Cristalina FM, Au Online, redes sociais, Sadi Mezavila e internautas.

Comente! em "TEMPORAL CAUSOU INÚMEROS ESTRAGOS E MORTE NA REGIÃO"

Seja o primeiro a comentar!

Deixe um Comentário!
Nome : 
E-Mail : 
Website : 
Mensagem :